Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
O amor
 
     Estes dias eu pensava em algo sobre o amor; dizem que somente se conhece o amor de alguém quando se come um quilo de sal juntos e que, mesmo convivendo por anos é no momento de crise que este amor é manifestado. Porém, eu ainda vou um pouco mais longe e digo que um verdadeiro amor é provado numa separação. Ainda que possa ser um paradoxo, isto é, se há amor porque a separação? Pois bem, é preciso ressaltar que a separação não é uma decisão espontânea dos dois, ou seja, na grande maioria das vezes, é a decisão de um e a aceitação do outro, já que não existe como manter uma união se uma das partes decidiu não querer mais.

     Mas, voltando ao tema do amor, nestes casos (separação) fica nítido o amor de um para com o outro ao se separar quando um dos cônjuges, mesmo com o coração machucado, deseja o bem ao outro, não de boca para fora, mas em atitudes, em gestos concretos, isto é, não desejando que o outro sofra de maneira alguma, nem emocional, quanto física e até mesmo financeiramente.

     O amor não se manifesta apenas num ato de convivência, de cumplicidade, etc., e sim, em querer o bem de alguém mesmo estando distante, ainda que este  não o ame, não lhe quer ou não o deseja. O amor é um sentimento que vai além do rompimento de um namoro ou de um casamento. O amor é um estado de compaixão para com o ser amado e um respeito pela história vivida, ainda que neste tempo juntos atravessaram muitas crises, tempestades e espinhos. Amor é querer o bem do outro ainda que este outro deixou de te amar.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 27/07/2014
Alterado em 12/07/2015
Comentários