Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos

Qual país não desejaria promover uma copa do mundo? Acredito que todas as nações gostariam, porém, ai surge uma nova pergunta: quantos países pagariam este alto preço para promover uma copa do mundo que o Brasil está pagando?
 
É um absurdo o que os brasileiros estão pagando para a realização da copa do mundo. Embora, as mídias procuram esconder e criar clima para mobilizar a sociedade é notório que a grande maioria dos brasileiros é contra a realização da copa, por ns motivos que todos nós conhecemos, desde a péssima qualidade dos serviços públicos essenciais por falta de recursos; pela corrupção que tal evento está proporcionando ao bolso dos brasileiros. É contra por fatores que nós (brasileiros) estamos sendo privados de nossa liberdade para satisfazer os interesses dos governantes e dos gringos que aqui estiverem e ainda porque o gasto com as construções dos estádios e toda infraestrutura para realização do evento vai causar uma inflação desnecessária e quem pagará a conta serão os brasileiros. Enfim, o fracasso da realização da copa do mundo é por inúmeros fatores que estão indo contra o interesse da maioria da sociedade brasileira.
 
Há muito interesse comercial neste evento das empresas, das redes de comunicações, interesses dos governantes, porém, a realização desta copa será a degola de muitos governantes e do governo central em termos eleitorais, pois como colocado acima, a grande maioria da população é contra a sua realização.
 
O povo brasileiro gosta de futebol, mas, mas não é otário e sabe muito bem separar uma coisa de outra. Se a ideia foi ludibriar o povo para conquistar as eleições de 2014, está obvio que o tiro saiu pela culatra. É inadmissível, em plena crise mundial, onde estamos vivendo uma realidade inflacionaria mundial um país como o Brasil que tem uma grande parcela dos brasileiros em extrema pobreza, morrendo nas filas dos hospitais por falta de atendimentos e medicamentos gastar bilhões e bilhões para derrubar estádios e reergue-los novamente para cumprir interesses de uma instituição (FIFA) que virá aqui e levará o dinheiro do povo.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 18/02/2014
Comentários