Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Volta da repressão policial
 
Assistindo vários vídeos em diversas mídias televisivas sobre as manifestações dos estudantes em São Paulo, ocorrido no dia de ontem (13/06/2013,cujo objetivo é o protesto contra o reajuste do preço das tarifas de ônibus, trens e metrôs, as imagens não deixam duvidas que a policia agiu de maneira violenta e despreparada frente ao protestos,os vídeos falam por si.
 
 
Segundo os vídeos o protesto seguia tranquilo sem depredações, sem violência, inclusive uma parte da policia agia pacificamente apenas acompanhando a manifestação, apenas fazendo a proteção dos bens públicos e privados até que um grupo de policiais começou a atirar com balas de borrachas e atirando bombas de efeito moral alienatóriamente em todos independentes serem manifestantes, jornalistas e transeuntes que circulavam saindo do trabalho, etc. Até uma sala de aula do campus da PUC foi atingida com bombas. Ou seja, o maior responsável de todo o tumulto foi a policia militar pelo seu despreparo.
 
Quando se inicia uma batalha campal como ocorreu no caso de ontem e iniciado pela policia, todos perdem a razão, portanto, qualquer ato de vandalismo praticado pelos estudantes como pichação de ônibus, ou fogo em lixo, etc. após o inicio da violência policial torna-se menor, porém, a polícia como uma instituição que, teoricamente é preparada para agir com serenidade nos conflitos em qualquer circunstância, no episódio de ontem teve a maior responsabilidade. Não dá para responsabilizar em igual proporção os manifestantes com os policiais, devido o aparato policial e principalmente, porque foi a policia que deu inicio ao conflito. Portanto, após assistir os vídeos constata-se que de fato a policia foi a maior responsável pelo rumo que se tomou a manifestação.
 
É inadmissível aceitar a violência da policia que agiu totalmente de maneira despreparada com requintes de crueldade atirando na imprensa, ferindo jornalistas e transudes que por ali passavam. A justiça e os órgãos competentes não podem se calar diante este fato e certamente, encontrar o responsável que determinou esta ordem aos policiais, criando um caos e ferindo pessoas inocentes.
 
 
  Outro fato que acho interessante e demagógico são as falas das autoridades (governador e prefeito) ao dizerem que são a favor das manifestações públicas. Uma fala completamente destorcida e não condizente com suas práticas. Ou seja, são favoráveis as manifestações públicas deste que, elas não sejam contra suas gestões? Porque se forem agem com violência.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 14/06/2013
Comentários