Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Devemos ser o Amor

 
     Todos são amados por Deus independente tudo. Um Pai jamais rejeita um filho, este é principio básico do amor.   Deus Filho (Jesus), não veio punir ninguém e nem fazer justiça, pelo contrario, ele veio pregar o amor e ser luz para o mundo. Veio dissipar as trevas e nos revelar o Reino dos Céus que se inicia aqui, porque, Deus caminha conosco; Deus Conosco (Emanuel).
 
     O amor não tem regras e nem limites, portanto, o amor é incondicional e esponsal, no entanto, há certos preceitos que norteia a vida, até mesmo, para que o homem possa ter vida e vida em abundancia. 
 
     Pois bem, Deus me ama da mesma maneira que ama a todos, assim sendo, minha ofensa ao outro é sentida também no coração de Deus. Deus me ama e a cada vez que me machuco Ele  também sente a minha dor. Ou seja, a minha felicidade é a felicidade de Deus e o respeito que tenho pelo meu semelhante, também agrada o coração Dele, neste sentido, precisamos viver numa harmonia perfeita entre o eu no meu todo e as pessoas.
   
     No entanto, nós não temos a total compreensão do que é ser feliz, do que é estar bem, pois, muitas vezes, o nosso estar bem hoje, o resultado é estarmos mal amanhã. Ou seja, o buscar da felicidade sem consequencia pode significar um prejuízo imenso para a minha felicidade amanhã. Portanto, precisamos ser consciente de que, embora, devamos buscar a felicidade no presente, há determinadas buscas que são apenas prazeres momentâneos que geram a infelicidade. Sendo assim, devemos renunciar de certas buscas, ainda mais, aquelas que a minha felicidade, o meu prazer pode estar envolvida na infelicidade ou mesmo na destruição do meu semelhante.
 
     A nossa subjetividade, as nossas vontades e nossos pensamentos, embora, sejam livres e temos total liberdade de manifesta-las, muitas vezes, necessita de uma reflexão, até que ponto ela não fere o direito ou interfere no outro. Talvez, seja esta grande proposta de Jesus em ser luz para nós. Porque nós seres humanos, não temos um limite do que é certo ou errado, do que posso fazer ou não, no sentido de afetar a mim mesmo e ao outro. Ou seja, a nossa liberdade, muitas vezes, nos atira nas trevas como também conduzimos outros nelas. Portanto, precisamos desta luz de Cristo, pois, ele (Jesus) certamente, nos mostrará o caminho, a verdade e a vida.
 
     Deus não precisa de honrarias e nem busca isto, mas sim, que o seu amor seja compreendido entre os povos, especialmente, ilumine o coração e a mente de cada um de nós, pois foi este o objetivo ao criar o homem e a mulher. Enfim, ser a imagem e semelhança de Deus, é também sermos o Amor, como Deus o é. 
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 24/04/2013
Comentários