Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Jesus doutor dos doutores 

Jesus em sua vida terrena, foi um grande filosofo, sociólogo, antropólogo, menos político partidário. Foi um mestre, grande sábio. Um doutor em teologia. Enfim, um doutor dos doutores. Um homem que suas palavras possuíam autoridade pela sua prática. Um homem que tudo que falou era inteligível e acessível para sua época, a nossa e para as gerações futuras. 
 
Para admira-lo e ver esta inteligência e sabedoria que possuía, basta lemos suas palavras que vem sempre cercadas de frases de efeitos. Se estudar Jesus com profundidade, chega-se a conclusão que este homem, não era um homem comum e mais que um gênio com Einstein, por exemplo. Ele era um homem de um outro mundo, um enviado. Suas palavras e suas ações, seus milagres foram presenciadas por multidões, inclusive, por críticos, por doutores da Lei, por incrédulos. Todas suas profecias se cumpriram e se cumprem ainda que nós não aceitamos por questões de princípios de solidariedade e de amor pelo próximo. 
 
Embora, seja dolorido aceitar suas profecias, quando elas vêm em forma de tragédias, de sofrimentos, porém, se elas se cumprem é pelo erro e falha do homem, e não pela imposição de Deus, porque Jesus veio dar vida e não morte. Para nós, certas tragédias podem ser fatalidade, mas quando analisamos com profundidade estas tragédias sempre vem acompanhado por ganância, por indiferença, pela sede do poder, pela falta de amor. enfim, sempre por um lado negativo do homem.
 
Jesus diz em certa passagem que nunca fez nada as escondidas, tudo que falou e realizou foi à luz do dia. Portanto, seu tempo chegou, somente quando já estava completada a missão, pois, tudo que ele fez foram motivos para que o matassem muito antes da sua paixão.
 
Em suma, Jesus foi é um fenômeno cujo seus ensinamentos perduram pelos tempos sem fim. É Deus para os cristãos, mestre para todas as demais religiões. Não há uma religião (com raríssima exceção) que não o tem como mestre e que não use algum de seus ensinamentos.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 24/02/2013
Comentários