Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
A juventude e o futuro do País
 
     Cada dia que passa, embora, haja tantos meios de informações através das mídias, parece que juventude menos interessa em se informar, em se formar. Menos se interessa em buscar conhecimento até mesmo, sobre o cotidiano, sobre o que acontece em seu dia a dia. Em se informar sobre a vida política do País, sobre a evolução da cultura, o que está acontecendo de novo. Sobre o que está ocorrendo em termos sociais. Ou seja, a juventude não está interessada em saber se o dólar está baixo ou está alto. Não sabe o que os governantes estão fazendo, etc. Não lêem livros. Não sabem dos eventos culturais que ocorrem em suas comunidades, cidades, com exceção daquilo que lhes interessa de maneira especifica. A juventude não está preocupada e informada sobre nada que se refere às questões sociais. Não participa em Ongs sociais, culturais, educacionais. Quanto os problemas relacionados ao meio ambiente, etc.
 
     Infelizmente, os jovens só querem baladas, drogas (licitas e ilícitas) e sexo. Se fizermos uma pergunta sobre um fato cotidiano que as mídias estejam veiculando reiteradas vezes, eles não sabem sobre o assunto. Se entrarmos em debates sobre algum fato, ai fica pior, eles estão desinformados de tudo.
 
     É importante ressaltar, que ao me referir aos jovens, não estou aqui descrevendo sobre aqueles que não possuem ensino, mas, todos de modo em geral, principalmente, aos jovens universitários e outros que pela classe social mais elevada que possuem, conseqüentemente, com um nível melhor de escolaridade, teoricamente, deveriam ser mais esclarecidos.
 
     É lamentável este quadro estático da juventude, haja vista a existência de tantos recursos tecnológicos, para que ela possa adquirir  formação, conhecimento e atingir a cidadania plena e assim, exigir os seus direitos e dos outros, para que de fato, o Brasil pudesse evoluir em termos de qualidade de vida, observamos este total desinteresse da juventude.
 
     Enfim, torna-se uma utopia acreditar que podemos ter um País diferente. Torna-se utopia imaginar que podemos construir um País melhor quando observamos este triste quadro; onde a juventude não está interessada com nada, apenas consigo mesmo. Sem duvida, é isto que tem colaborado para que nosso País, não se evolua culturalmente e assim, tenhamos como resposta uma péssima classe de políticos. Tenhamos como respostas, essa imensa audiência nos reality shows. Tenhamos como cultura esta péssima qualidade de musicas, isto é, os compositores e cantores produzem o que o povo quer ouvir. Enfim, é por isto, que temos uma literatura atrasada há mais de 50 anos, onde os grandes escritores e poetas brasileiros estudados sãos os que já morreram há décadas passadas.
 
     Evidentemente, há exceções. Ou seja, há uma pequena parte da juventude politizada. Uma pequena parte da juventude que promove e gosta da arte e da cultura de qualidade. Há uma pequena parte da juventude que se interessa pelas questões sociais e ambientais e é por isto, que estes se destacam entre a maioria dos jovens, até mesmo levando vantagens sobre eles próprios. 
 
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 09/01/2013
Comentários