Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos

A dor de perder um filho. 
 
Jesus no horto das oliveiras pede ao Pai
“Se possível afaste este cálice de mim,
mas, que não se faça a minha vontade e sim a tua...”
Maria sente dor ao ver o sofrimento de seu filho sendo crucificado
 e em silêncio acompanha sua caminhada, os insultos, a sua morte
E por fim, acolhe seu cadáver no colo.
O Pai assiste tudo em silêncio,
Um silêncio tão profundo de dor que até mesmo
Jesus sente e ao Pai pergunta:
Meu Deus por que me abandonaste?
 
Este é o evangelho. Estas são frases, são palavras
Ditas por Jesus e narradas por aqueles que viveram e conviveram com Jesus.
Ou seja, a dor, o sofrimento não é apenas humano
Mas foi também sentida pelo criador
E pelos responsáveis pela salvação da humanidade.
Sendo assim, Deus compreende a dor, compreende o sofrimento humano
E na pessoa de Jesus tem a palavra de conforto:
“Quem crê em mim, não morre, mas permanece vivo,
Pois, eu sou a ressurreição e vida.”.
 
A dor de quem perde um filho e acredita em Deus
Não é uma dor de desespero, mas é uma dor semelhante
A de um machucado exposto, ou seja, uma dor
Que dói independente a Fé.
Com o tempo este machucado cicatriza, mas que ao ser esbarrado
Em algo, volta dor e sangra novamente,
Porém é estancado pela Fé.

Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 14/07/2011
Alterado em 14/07/2011
Comentários