Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
É dicífil descrever o poeta

É difícil descrever o poeta
Ele é o artesão das palavras
Com cuidado monta os versos
Procura produzir nas palavras sentimentos
Dá toques especiais ora fazendo rimas
Ora apenas escrevendo descompromissadamente
As palavras deixando ao leitor a interpretação.
O poeta é um etimólogo
Ao escrever está sempre viajando
Num mundo imaginário, ou mesmo real
E assim, vai criando palavras
Ou, às existentes novos significados.
O poeta é um intruso dos sentimentos
Consegue com maestria
Penetrar a alma das pessoas
E externar tudo aquilo que o coração
Sente, quer falar
Porém não sabe expressar.
O poeta é um louco apaixonado
Onde tudo que vê o encanta
Ainda que seja pranto, tristeza
Sente necessidade de descrever
O que sua alma vê.
O poeta é um filosofo
Seus poemas, poesias
Sempre são feitas de indagações
Onde as respostas são as mais diversas,
São controvérsias.
O poeta pergunta em vírgulas, reticências
Expõe pensamento que
Exige da razão profunda reflexão
Para sua assimilação.
Enfim, o poeta é um mago
Porque faz de seus textos
Um encantamento
Na subjetividade de cada ser
Em sua individualidade.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 05/12/2008
Alterado em 06/12/2008
Comentários