Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Meu Diário
02/02/2011 19h47
Tratamento a dependentes químico via comunidade terapêutica
Gostaria de fazer algumas colocações – segundo meu entendimento – contribui para que uma pessoa que seja dependente químico consiga encontrar a “cura”, por meio de Comunidade Terapêutica. Coloquei cura entre aspas por entender que dependência química não há cura definitiva, mas sim, um estado de sobriedade.

Pois bem, normalmente, uma Comunidade Terapêutica, o tratamento se dá baseada num tripé; Espiritualidade, Laborterapia e Reuniões de Grupos.

Este tripé proporciona o recuperando trabalhar seu biológico, seu emocional e por fim, seu Eu, enquanto um Ser místico.

Outro dado importante a se ressaltar é que Comunidades Terapêuticas, via de regra, evita o tratamento através de medicamentos fármacos, por entender, que nestes casos o que se está fazendo é; trocando uma droga por outra, no entanto, há casos que são necessários, porém são acompanhados por profissionais da saúde.

Laborterapia: a laborterapia tem como fundamentos à eliminação das drogas existente no organismo, bem como, iniciar um processo de reeducação biológica, haja vista que normalmente os dependentes químicos acabam criando hábitos que causa tanto uma disfunção psicológica quanto biológica. Ainda é necessário frisar que a laborterapia provoca ocupação física e mental, proporcionando o recuperando cansaço e por conseqüência, reorganizar seu sono e não ocupar a mente para fique pensando na sua vida de drogadição.

Espiritualidade: todo Ser humano necessita encontrar determinadas respostas para si que somente pode ser encontrada por meio da espiritualidade, ou seja, é fundamental que haja um desenvolvimento espiritual, pois é através da espiritualidade que as pessoas passam a direcionar a vida, se relacionar consigo mesmo e com os outros. É por meio da espiritualidade que as pessoas se abrem a buscar suas curas físicas e emocionais. Enfim, o desenvolvimento espiritual leva as pessoas a mudarem seus relacionamentos interpessoais se abrindo para uma nova dimensão de vida. Em suma, para o sucesso tanto da laborterapia como das reuniões de grupos é fundamental haver este desenvolvimento espiritual.

Reunião de grupos: pois bem, devemos analisar as reuniões de grupos abordando três aspectos fundamentais, ou seja, a questão psicológica, filosófica e educacional. Psicológica; para a construção de um presente visando um novo futuro é necessário reavaliar a vida e os comportamentos, isto é, o dependente precisa se conhecer, precisa superar seus traumas, suas deficiências emocionais, seus complexos de superioridade e inferioridade e isto se dá por meio da psicologia. Filosófica; depois de se conhecer e aprender a trabalhar seu emocional é fundamental construir uma nova filosofia de vida, não dá para ser diferente continuando no mesmo, ou seja, é necessário passar a ter uma nova visão de mundo, um novo perfil de futuro é isto se dá por meio de questionamentos e buscas. Toda relação com um novo que o dependente começa a construir está relacionada à filosofia de vida. Por fim, o terceiro aspecto é a educação, ou seja, é necessário conhecer o que é dependência química, como a doença inicia quais são seus sintomas, o que ela causa tanto no organismo englobando o sistema nervoso central como no psíquico.

Como podemos observar, o tratamento químico é complexo. No tripé que foi colocado no inicio exige uma total entrega do recuperando ao tratamento. Muitas vezes o fracasso se dá pela não sintonia deste tripé estabelecido. Porém, quando o recuperando está com firme propósito em deixar as drogas ou o álcool procurando assumir toda as etapas e todos os pontos básicos do tratamento não tem como fracassar, ou seja, ele consegue vencer as drogas.
Publicado por Ataíde Lemos
em 02/02/2011 às 19h47