Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Era uma vez...
 
Era uma vez que não existia o mal
O bandido e o ladrão eram amigos
Tudo não passava de uma brincadeira;
Era uma vez que algumas palavras
Não caracterizava como Bullying
Porque uns colocavam apelido nos outros
Uma maneira ingênua de brincar.
Era uma vez que fazer artes era normal
Pois, não existia malicia no que se fazia.
Foi-se esta vez e acabou a ingenuidade
Porque tudo se tornou maldade,
A ternura se esvaziou
As pessoas se afstarm
As brincadeiras tiveram outra conotação
E sentido de pejorativo

 
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 25/12/2017


Comentários