Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Jogo sujo
(Ataíde Lemos)
 
Porque me procura tanto
Se não quer nada comigo
Quer ser meu tormento
Quer ser meu castigo.
 
Não se contentou em me deixar
Me traiu, me enganou
até quando conseguiu esconder
Então, a nossa história acabou
Mas, boce insiste e não desiste
Em me fazer sofrer.
 
De tempo em tempo aparece
Pra querer me assombrar
Só pra abrir a ferida
E depois se afastar.
 
Diz logo o que quer de mim
Este jogo é sujo e não quero jogar
É um martírio sem fim
Vai embora, pra nunca mais voltar.
 
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 12/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários