Seja bem vindo, boa leitura, será um prazer teu comentário.
Ataíde Lemos
Palavras, uma viagem pelos sentimentos.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


É Natal

As ruas estão iluminadas, enfeitadas
Pessoas se apertam nas calçadas
As lojas festejam as vendas
Presentes e mais presentes
Fazem a felicidade de tanta gente.

As famílias se reúnem em festa
Todos alegres regados a sorrisos e bebidas
E tantos pratos típicos.
Um dia diferente, alegre e festivo
Mas é inevitável que também haja prantos
Saudades daqueles que não estão presentes
Que sentimos ausentes.

É natal, é dia de alegria
É o momento de celebrar a vida
Embora todos os dias
Se deva também celebrar.

Natal deve ser também um instante
Especial para reflexão
Sobre tantos que não tem pão
Tantos irmãos sem teto, sem chão
Que sofrem como um dia sofreu
A mãe do menino Deus
Grávida, sem uma casa para abrigá-la
Tendo ao relento, dar a Luz
O filho de Deus; Jesus.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 18/12/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários